0 votos
por

3 Respostas

0 votos
Ter propósito não quer dizer que vc é obrigada a fazer algo na Umbanda ou em qualquer Religião!

 Cuidado aos chamados das entidades. Tem casa que adora recrutar filhos a todo custo, dizendo que mediunidade é obrigação, é legado de família, é karma...  Muito cuidado!

 Uma resposta melhor, seria vc adquirir um livro sensacional que eu li em 3 dias, do Pai Alexandre Cumino!

 MÉDIUM, INCORPORAÇÃO NÃO É OBSESSÃO! Editora madras!
 Ele acabou de ser lançado.

 Recomendo e você e lá vc terá esse e muitas outras respostas com certeza.

 Agora, dando o meu pitaco... A "entidade" disse que vc tem um legado, desde criança...   Ou seja, qual a consciência que vc tinha para assumir tal propósito?
Segundo, se é uma missão ou não, vc pode ter certeza que mesmo que fosse uma missão, vc tem todo direito de querer ou não trabalhar na Umbanda ou em qualquer segmento religioso, até pq o LIVRE ARBÍTRIO É LEI!

 Ninguém é obrigado a nada.  existem casos e casos que não vou me aprofundar, mas por exemplo, se vc pegar a história do Pai Zélio de Moraes, Fundador da Umbanda, ele tinha uma missão que desde jovem sua mediunidade aflorou de tal forma que seu caminho era inevitável, mas trata-se de uma pessoa que já tinha um propósito muito bem acordado antes de reencarnar...São espíritos que vem em missão para trazer luz e ensinamentos......  Pai Zélio é uma exceção, como outros casos que também são raríssimos....   Do resto, muito cuidado...  

Mas leia o livro...Será melhor e definitivo para você entender!

Axé!
por (356 pontos)
0 votos
Boa noite. Discordo do irmão que deu sua resposta à sua pergunta, mas respeito a posição dele. Na minha opinião todas as missões são de nossa escolha e são orientadas antes do nosso nascimento. Por isso carregamos esta missão desde criança. O fato de a entidade te dizer que esta missão é na umbanda é que deve ser analisado por você. Veja dentro do seu coração, veja os sinais e os caminhos que te levaram a procurar uma casa de umbanda. Siga sua intuição, siga o seu coração. Quanto a dizer que um médium ou outro tem uma missão mais ou menos importante, novamente. Na minha opinião, é um grande equívoco. Todos nós somos e temos a mesma importância. O fato de uma pessoa se destacar ou ficar mais conhecida do que outra, seja no contexto religioso, gastronômico, artístico, político, etc, etc, etc, não faz desta pessoa mais importante do que outra, não diminui a missão de outra. Somos todos exatamente iguais perante Deus, perante os guias e Orixás. Faça sempre o bem e busque uma casa em que você perceba que existe caridade e vontade de fazer o bem. Quando encontrar este lugar, faça a sua parte e será tão importante quanto qualquer outra pessoa que seja "conhecida" . Quando praticamos a caridade não precisamos assinar o nosso nome em baixo. Simples assim. Paz, luz e muito axé na sua caminhada irmã.
por
Concordo plenamente com a segunda resposta ( Mônica ), tendo em vista que Médium seja lá qual for, terá simplesmente  que praticar a humildade, o amor e a caridade incondicional independente de ter mais ou menos conhecimento da nossa amada Umbanda.
Axé a todos !
0 votos
Não gosto de me dirigir a "anônimos".... mas lendo as respostas já colocadas vou tentar deixar a minha opinião.

O que acontece nos terreiros, e cada terreiro tem as suas regras, é que muitos médiuns procuram usar o nome de certas entidades para falarem por elas.

Falar a esmo é uma constante.

Propósito é uma palavra que quer dizer :  "Grande vontade de realizar ou de alcançar alguma coisa"....

Já fica subtendido que aquela entidade disse tudo e não disse nada ...

E é isso que nos deixa triste pois as pessoas não procuram entender o que é a Umbanda.

Quando alguém procura uma casa de caridade, e no caso um terreiro, podemos entender que essa pessoa está necessitando de alguma palavra para orientar em alguma dúvida...

Essa palavra PROPÓSITO foi mal colocada deixando a pessoa mais confusa ainda...

E para finalizar vou  deixar o meu entendimento sobre isso....

Todos nós somos médiuns.... devemos praticar a caridade com humildade.... devemos estudar e nos aprimorar em conhecimentos sobre a Vida....e como a Umbanda é a Vida podemos simplificar tudo.....nunca procurando "chifres" em "cabeça de cavalo"...

E faço coro com a minha irmã Mônica de Oxossi...."Quando praticamos a caridade não precisamos assinar o nosso nome em baixo. Simples assim.",,,

AXÉ irmãos !!!
por (340 pontos)
editado por
541 perguntas
1,152 respostas
4,531 comentários
3,107 usuários